quarta-feira, 15 de abril de 2009

A(r)mada

Estou aqui. Como uma janela para ver a rua. Desgarrando-me desse modo insensível e progressivo que insistem conduzir.

Tema. Ando por aí com uma arma terrível: meu silêncio.



PS: Adorei escrever isto ao som do amor dos gatos no telhado


4 comentários:

betella's disse...

um tiro de silêncio capaz de fazer um grande estrago. rs

Felipe Fanuel disse...

Que saudade deste lugar mágico! É bom voltar a ler coisa boa aqui na blogsfera. Bom trabalho, menina! Como sempre, bom trabalho!

Janete Cardoso disse...

É, o silêncio é mesmo um perigo!
Saudades de você.

samuca santos disse...

frutinha querida,
não me apareça assim:
seria um belo duelo, com ou sem gatos no telhado.
rssss
cadê você?