segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Todas as vezes



Quero estar ao seu lado

Ficar no silêncio

Sem causa ou efeito

Às vezes nada, às vezes tudo

Às vezes fala, às vezes mudo

E entardecer...





Quero estar no silêncio

Ficar ao seu lado

Com causa e efeito

Às vezes claro, às vezes escuro

Às vezes tudo, às vezes mudo

E anoitecer...





Quero estar ao seu lado

Ficar nos teus braços

Calado

Às vezes longe, às vezes perto

Às vezes certo

E adormecer...






às vezes Augusto, às vezes Tamara,
21/07/2011

8 comentários:

Janete Cardoso disse...

Eita que coisa linda!
O amor é assim, tornam dois, uma só carne. Lindo poema e também profundo.
beijo

disse...

ahhh o amor!

Tamara Queiroz disse...

Beijos nas duas lindas!!!

Eliana Tavares disse...

O amor é tão maravilhosamente delicioso e tão desesperadamente terrível!!! Também sofro desse bem!!!
Coisa linda que você escreveu
Beijãooo

Tamara Queiroz disse...

É um delicioso desafio beijar as duas faces do amor.

Beijo na querida Eliana

Anônimo disse...

Tamar é...

Thiago Domingues disse...

É sempre bom poder contar com quem sabe das coisas viu!rs

Tamara Queiroz disse...

Conte sempre comigo, Thi, querido!