domingo, 25 de setembro de 2011

Robustez

Às vezes, as dores femininas são tão terríveis que seus calores queimam a memória de que há vida fora de nós. Todavia, basta um pé para fora de si e um andar na rua do mundo para sentir um clima ameno que apraz.









Pintura Rassouli

2 comentários:

Angelo Augusto Paula do Nascimento disse...

As mulheres e suas dores! Os homens também as tem vorazes. Há dias que nem o pé de fora alivia. Há dias que somos mergulhados nessa imensidão abstrata, há dias que tudo incendeia. Há dias...
bjs

Thiago Almeida disse...

Lindo isso!
Costumo dizer que a mulher é a mistura do inferno e do paraíso.