domingo, 28 de outubro de 2007

No início da manhã:

É horrível trancar a porta de casa e deixar de ser eu mesma.


.....
No final do dia, uma resposta:

Os que pensam livremente, com freqüência imaginam-se sozinhos e sem ter com quem compartilhar suas convicções. Às vezes, chegam a achar que são desajustados ou malucos, pois o resto do rebanho o faz sentir-se assim.

5 comentários:

Edson Marques disse...

Belíssimo texto, o teu!

Mas, repito o que já disse antes:

Os saudáveis enlouquecem.

Os outros, ficam por aí, parecendo normais..


Abraços, flores, estrelas..

Janete Cardoso disse...

Por que a gente tem que ser o que os outros esperam?
O que a vida tem de mais bonito é a diversidade!
Beijos e continue especial!

Eliana disse...

Pois a você mesma por trás do silêncio é vista e procurada por quem sabe entender. E para esses não existem portas fechadas!
Beijos
Eliana

Alysson Amorim disse...

Lembrou-me de uma entrevista concedida pela Clarice Lispector: a enigmática. A entrevista está, como é natural, disponibilizada no You Tube. Ela, uma louca que se pôs a pensar livremente.

Beijos, Tamara.

Felipe Fanuel disse...

Querida Tamara,

Pensar livremente é encarar a si mesmo com sinceridade.

Bjs.