quarta-feira, 12 de novembro de 2008

.Morte

O Grande Livro Branco de Hanna23


Eu era muito nova. Ainda me lembro da estranheza. Contaram-me “sobre” a morte. Disseram-me que um dia todos morrerão. Que ela vem sem nos avisar. Que se morre até enquanto está dormindo. Ficava a imaginar, no meio daquela conversaiada toda, a cor da morte. P&B? Como será que ela chega? Será que ela espera a gente deitar na cama para puxar o nosso pé e assim morremos de susto? Ou será que ela nos congela com seu beijo, já que soube que os mortos são gelados? Sempre que despertava, pela manhã, tratava de levantar sem vacilar com medo de a morte aparecer. Não entendia e ficava aflita com meus pais, ali, dormindo, esperando pela morte. Temia não conhecer a minha irmã (sempre soube que seria uma menina!) porque a morte poderia invadir-me de repente. Não gostava nem das sombras. Acreditava que elas eram parentas. Por isso persegue a gente, por todos os lugares.

Hoje, eu ouvi que a morte é longa, longa, longa, looonga...

Um comentário:

Hannah23 disse...

oi Tamara
nenhum problema qto ao uso,só peço que entre como crédito "O grande livro branco de Hannah23"

agradecida, e parabens pelo texto