sábado, 27 de junho de 2009

Suavidade

É só um querer desvendar-se e ao abrir dos olhos, poder cruzar com o seu olhar suave e severo. Agradecer-te por não criarmos fórmulas mágicas e nem em darmos passos ensaiados. E gostar apenas desta coisa toda que há dentro de nós e que se manifesta em energia deleitosa.




Tâmara tamaresca
"Fruta no pé se oferece
ao olho, à boca, à mão"

2 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Tamara,

Cada palavra que sai dos seus dedos, vira sentimento dentro do nosso peito. Adoro ler seu lado sensível, adoro saber que gosta daquilo que escrevemos e adoro dizer que adoro esse seu blog.

Você é um amor de menina!

Que seu domingo seja de luz!

Beijo imenso.

Rebeca

-

Thiago Almeida disse...

Uma músca. Esse seu texto soa como música!
Parabéns!!!