terça-feira, 30 de janeiro de 2007

Não Violência

Li uma Prosa que dizia sobre o dia 30/01, dia da Não Violência. Fazia um convite parauma blogagem coletiva sobre o assunto.

Eu que não sei escrever (só atropelar palavras!) resolvi cantar:


Baader - Meinhof Blues

Composição: Renato Russo/ Marcelo Bonfá/ Dado Villa-Lobos

A violência é tão fascinante
E nossas vidas são tão normais
E você passa de noite e sempre
Vê apartamentos acesos
Tudo parece ser tão real
Mas você viu esse filme também
Andando nas ruas pensei que podia ouvir
Alguém me chamando, dizendo meu nome
Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente e estou sentindo frio
Todo mundo sabe e ninguém quer mais saber
Afinal, amar o próximo é tão demodê
Ô ô ô
Essa justiça desafinada é tão humana e tão errada
Nós assistimos televisão também, qual é a diferença?
Não estatize meus sentimentos pra seu governo
O meu estado é independente
Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente e estou sentindo frio
Todo mundo sabe e ninguém quer mais saber
Afinal, amar o próximo é tão demodê


Ah! Eu faço violência agredindo à violência.

Realizei algumas alterações porque no meio da madrugada acabou a energia e não pude concluir o que queria.

2 comentários:

Adão Flehr disse...

Tamara,

Esta é uma das minhas prediletas da Legião. Fala de uma dos mais tristes tipos de violência, a solidão e o desamor!!!

Ótima lembrança, e ótima sugestão para a "rádio-prosa"!!! risos

B-jos

Felipe Fanuel disse...

Oi Tamara,

Vc disse: "faço violência agredindo à violência".

O Renato e cia. compuseram: "amar o próximo é tão demodê".

Meu Deus, será q já assimilamos a violência? Ou simplesmente estamos perplexos diante de tudo o que acontece no nosso país e no mundo?