domingo, 9 de março de 2008

O mar e a noite imensos
Falando de si própria
Sentindo mundo físico
Drama poético
Beleza secreta
Vibrar em uníssono
História íntima
de Sophia Andresen

"Então receberei no meu desejo
Todo o fogo que habita na floresta
Penetrado por mim como num beijo.

Então serei o ritmo das paisagens,
A secreta abundância dessa festa
Que eu via prometida nas imagens."

Meu presente que leio:
ANTOLOGIA - MAR

3 comentários:

Edson Marques disse...

Que textos lindos!

Uma "festa com secreta abundância"...


Gostei do que disse lá no blog:

"É bom que exista bobagens.
É bom que exista outras realidades.
É bom que exista outros pontos de fuga.
É bom que exista outras tristezas.
É bom que exista outras alegrias.
É bom que não exista o acaso."

Concordo plenamente!

Abraços, flores, estrelas..

Felipe Fanuel disse...

Lindo isso aqui!

Palavras mágicas!

Beijos, Tamara!

Eliana disse...

Lindo querida!
Adoro o que você escreve!
Beijossssssssssss