terça-feira, 8 de julho de 2008

Hálito noturno

Corpo no céu aberto. Tingido pelo hálito da noite.
Cabelo solto ao vento. Brilhante pela felicidade do momento singelo.

.
.
.
.
.
No ar que eu respiro,
Eu sinto prazer
De ser quem eu sou
De estar onde estou
(Rita Lee)

Um comentário:

Guria disse...

Simplesmente lindas palavras, bem como tu escreveu... felicidade do momento singelo, pra ver como nossa felicidade é feita de momentos pequenos mas especiais... Lindoo
Amo Rita Lee

Beijos