quinta-feira, 10 de julho de 2008

Trocada por uma galinha

Caí em território inimigo por conta do meu espírito desbravador e pela empolgação ouvindo chillout. Mãos fortes agarraram no meu cabelo e me arrastaram por pouquíssimo tempo. Quando me jogaram no canto, sentia dores nas duas nádegas. Olhos curiosos se aproximaram de mim. Eram mulheres com cabelos sebosos grossos e tetas caídas. De repente, ouvi uma voz familiar. Rapidamente, colocaram-me de cabeça para baixo. Havia muita gritaria e dedos apontados para mim. Parecia uma negociação. Já no carro, meu amigo explicava e se desculpava, pois era a segunda vez que os índios, da região da fazenda, capturavam pessoas em troca de galinha caipira.

3 comentários:

Janete Cardoso disse...

rsrsrsr que susto!
beijo e juízo!

Guria disse...

Deus o livre... o que é isso??
Fiquei pasma.

Beijos e ótima semana

Eliana disse...

Ainda bem que não foi pra panela! Beijossss