domingo, 2 de agosto de 2009

Ecos

Lá fora versos ocos de sol
Põem-nos unidos e calmos
Na cama aconchegante.

O seu gosto
As suas cores
Fremindo meu corpo
Sob tuas mãos.

Apenas ouço
Os ecos
Da nossa felicidade.





Não pude evitar
Tirou meu ar
Fiquei sem chão
– Alec Haiat / Céu

7 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Ouvir o eco da felicidade é repetir o gosto de uma alegria. Amei!

Tamara, explica pra mim, que apresentação, mulher? Você é atriz?Conta tudo, vai... não esconde mais nada! ahahaha

É um carinho tão grande que sinto por ti, sabia? Você sabe cativar, sabe cultivar e sabe colher sentimentos lindos.

Que seu começo de semana seja de luz, menina linda.

Beijo bem grandão!

Rebeca

-

Betella disse...

posso ouví-los...

beijo tatazinha!

Janete Cardoso disse...

Delícia quando a felicidade tem eco! :)

beijos, tammy!

Angelo A. P. Nascimento disse...

Olá!
Gostei muito disso aqui! Há um pouco de tudo e muito sentimento espalhado.
Quanto ao post, lindas palavras...
Quando vc cita os ecos de felicidade, parece que o texto salta pra dentro do imaginário da gente e do coração.
Abração

Dica disse...

Felicidade tem eco?
Sim, os risos ecoam por toda a casa..


lindo, Ramara, lindo mesmo!
Gosto tanto de poesias assim, ligeiras, pequenas.

beijos!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Tamara,

Acho lindo quem tem o dom de algo artístico. Seja cantando, dançando, interpretando e até escrevendo. Você sabe cultivar as palavras com amor... e elas gostam desse seu chamego, menina. Tudo o que sai de ti é lindo!

Beijo imenso, menina linda que adoro.

Rebeca

-

Eu, Thiago Assis disse...

Adorei a sinestesia,
as misturas de sentidos ficaram muito bem construidas
e a poesia belíssima.