terça-feira, 25 de agosto de 2009

Inteligência-¹

Não pretendo ser compreendida pela inteligência. Essa mesma, solta e raivosa em cada esquina da tua mente. Manchada pelo vômito moral. Louca para agredir o mundo físico com palavras vis. Cuspindo verdades de falas reproduzidas. Inteligência esta entorpecida. Limitada. Superficial.

Sinto muito, não quero lhe fazer pensar.





Título por Marcelo Melo
(M&M)

12 comentários:

Thiago Almeida disse...

Clap clap clap... Muito rico, parabéns!

Na verdade, gente inteligente é o que mais temos por aí. O mundo carece de pessoas espertas!


Até mais!
Ótima terça para ti!!!

Dica disse...

Depende do que se tem por inteligência.
Alguns acreditam que ser inteligente é resolver cálculos matemáticos, saber tudo que está nos livros didáticos.. Outros, imaginam que ser inteligente não é isso, mas saber lidar com as artimanhas da vida.
Há muitos tipos de inteligência.
Mas, existe tbm muita gente simulando tê-la.

Beijo!

disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...

Talvez a percepção da inteligência seja muito sutil e relativa. Dizem, que somos o que externamos para o mundo, ou melhor, fazemos com que as pessoas imaginem que somos assim. Existem pessoas pedantes, verborrágicas, enganosas.

Ser inteligente é ser humilde, é saber ouvir e harmonizar as informações de forma lógica e conveniente, contextualizar e amarrar idéias de uma forma com que elas façam sentido.

Não fazer pensar é interessante. Lembrei de Alberto Caeiro, o homônimo de Fernando Pessoa que não queria pensar, apenas viver a natureza e narrá-la de forma inconscientemente inteligente!

Fui!

Eu, Thiago Assis disse...

imagina se quisesse fazer pensar...
=]

Tamara Queiroz disse...

Não pensar é interessantíssimo, Jú!

meus instantes e momentos disse...

gosto de te ler, gosto desse teu modo de dizer o que vem de dentro. Gosto de ti.
Tenha um ótimo final de semana.
Maurizio

Eliana disse...

Concordo com você, tem pesoas que não quero que me pensem, mas sim que me intuam...
Adorei as suas palavras de incentivo na minha página, principalmente porque admiro a forma como escreve.
Beijo grande
Eliana

Diana disse...

Inteligência não é dom, é habilidade. Mas quando confundida com dom é super valorizada, superestimada. Hipócritas-intelectuais-vis( não você, os que inspiraram seu post)!

disse...

Então Tamara, convergimos em diversos assuntos. Bom saber que você gosta de Fernando Pessoa, os poemas dele são ótimos!

Ah! Eu já ouvi falar do método DeRose quando fazia Yoga. Parece interessante, mas sei pouco sobre isso!

Tentei te achar no orkut, mas não encontrei. Me passa depois!

Bye!

Rodolfo disse...

UUhuuu tamis....consegui hj!!!


Bravo...bravissimo!!!

Eu, Thiago Assis disse...

adorei o significado de "União" que vc dxou no meu blog ^^