domingo, 29 de novembro de 2009

Abismo do tempo

Para de estrangular o tempo. De enfiá-lo num comprimido. De rasgar a garganta com ele.






Não ando por trilhas já antes desvendadas,
pois elas só podem me levar até o limite
que outra pessoa já alcançou – DESCONHECIDO.


Um comentário:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Hoje amanheci com essa música na cabeça e resolvi compartilhar...

http://www.youtube.com/watch?v=MJfQXS1hKDo

Depois de um dia estafante, essa música sempre acalma.

Que sua quarta seja de luz, menina linda do meu coração.

Rebeca

-