domingo, 13 de junho de 2010

Orgasmo

Possibilidade infinita de parar o tempo

A sexualidade ficou confinada à genitália. Está meramente local e não mais total.

As pessoas se fixaram na ejaculação e esqueceram do orgasmo.

Não há orgasmo porque o corpo não pulsa. Não participa com sua totalidade (lembra do poeta: "Para ser grande, sê inteiro"?).

Ah, mas quando PULSA dos dedos dos pés até a cabeça, quando todas as células do corpo DANÇAM, quando há uma ENORME orquestra dentro de você, quando tudo estiver VIBRANDO... então há o saboroso orgasmo!

É algo tão significante que, se reprimir, estará reprimindo a criatividade e a vida terá menos beleza, cor, textura e plenitude.


3 comentários:

Mirdad disse...

E o múltiplo? Bem raríssimo, e quando acontece, é praticamente uma fenda no espaço tempo e a mulher é arremessada à uma outra e longínqua estação.

Coitado do homem. Nunca conhecerá esse paraíso exclusivo.

Janete Cardoso disse...

Eu concordo. Só quem morre por alguns minutos e recobra a vida logo depois, sabe o que é realmente viver! :D

Inacreditável, mas tem gente que nem sabe o que é isso... coitadas.
beijo amada!

Angelo A. P. Nascimento disse...

Ainda bem que hoje todo mundo procura conhecer esse tal de orgasmo, o que torna tudo mais divertido!
rs
Tem selo para você no meu blog!
Abração