quinta-feira, 22 de maio de 2008

Sou uma obra-prima da natureza_II

Sou uma obra-prima da natureza.

Meu corpo foi moldado por comportamentos e desejos.

Ele é fruto de surpreendentes ajustes e sutis refinamentos.



Sou a esposa de Pigmalião.

Minha pose é insuniante, dotada de majestade e de sensualidade.

Ela é uma perfeita sinergia, que confere-me beleza indescritível.



Sou uma estátua esculpida pela paixão.



Surge, então, o embate entre o ideal e o real.

2 comentários:

Lizzie disse...

Uma estátua esculpida pela paixão... Isso me lembra a mitologia grega, aquelas esculturas lindas feitas pelo prazer da arte.
Tua escrita é maravilhosa!


Beijocas,
www.lizziepohlmann.com

Janete Cardoso disse...

Auto estima é tudo! :)
beijo