sábado, 18 de fevereiro de 2006

Algumas noites não nasceram para serem dormidas - como esta.
Alguns silêncios ardem-me os ouvidos.
Algumas inverdades acomodam-se, penetram-se sem querer.
Alguns nascem em um instante e fogem numa noite, em silêncio, com suas inverdades.

2 comentários:

Blogue da Magui disse...

Pode ser... Quem sabe...

LALI disse...

Passando pra desejar um excelente domingo!