domingo, 5 de fevereiro de 2006

No mundo, um grande poeta perdeu.
Perdeu sua inspiração.
Por conta da sua imaginação.

Poeta bem ele é.
Finge tão bem a dor.
Finge tão bem o amor.

Amor???

6 comentários:

Adão Flehr disse...

Tamara,

Poderemos perder tudo, exceto a inspiração...

Obrigado pela sua visita ao meu blog e pelas palavras...

Gostei tanto do seu que me sinto "atropelado" por querubins...

até a próxima...

reflexoes depois disse...

O poeta é um fingidor, que finge tão completamente que chega afingir que é dor a dor que deveras sente" F Pessoa.. Lembrei disso ao ler-te! Um ótimo dia! Beijos

Lizzie disse...

Pois é, Tamara... Este poeta se parece -e muito- comigo.
Fingir tantos sentimentos ao mesmo tempo, e ao mesmo tempo não fingir nenhum...
A questão é que, desde que terminei meu namoro, que venho 'desviando' falar sobre o Felipe lá no blog, mas o que eu gostaria mesmo é poder sair gritando o nome dele...Hehehe...
A vida nos prepara cada uma...!!!

Beijos doces, adoro-te!!!

Anônimo disse...

http://somagui.zip.net
Nao acredita mais nele?

Tamara disse...

Não, Magui. Não acredito mais.

dontanalise disse...

hoje meu coraçãpo quebrou.levou malas, levou tudo. partiu pra la do horizonte, onde nao há luz, ar ou qualquer dor.
eu sei que ele ja nao vai voltar, meu coraçao.porque ele ja vai longe, bem longe da costa, indiferente a qualquer tempestade.
hoje meu coração partiu.levou meu doce despertar e a sede de viver o dia.ja estou me vendo do outro lado do mundo.
hoje, o meu coraçao morreu só.