sábado, 3 de junho de 2006

Por detrás deste rosto deformado há ainda um olho que consegue ver.
Por detrás desta mão deformada há ainda outros dedos que conseguem escrever.

Minha imaginação e minha alma continuam intocáveis e inatingíveis. Espero em BREVE melhorar. Só preciso agora trocar um leito de internação por uma cama do meu lar, doce lar...

3 comentários:

Elcio Domingues disse...

Tamy:

O que está acontecendo com vc? Esteve internada? Dê notícias. Estou preocupado.

Bjs!

Elcio Domingues.

Adão Flehr disse...

Por detrás deste peito macerado, há um coração que ainda consegue amar, eu sei. E pulsa involuntariamente, mas vive por opção, ou acaso.

Bjos...

Alan - desacomodado disse...

que lindo! lindo mesmo... eu estou precisando de minha verdadeira casa, pai, mãe e acordar tarde... e ouço, agora, Lauryn Hill

beijos
se cuida!