domingo, 19 de julho de 2009

Quem?

Quem nunca acreditou para continuar desacreditando? Quem nunca se fez em pedaços para ficar só? Quem nunca perguntou para responder? Quem nunca se emocionou para refletir? Quem nunca arrumou fora para melhorar dentro? Quem nunca amou só para se sentir bem? Quem nunca suportou o visível para permanecer invisível? Quem nunca sujou a água para continuar puro? Quem nunca se fez ausente para ainda mais ser presente? Quem nunca fechou os olhos para enxergar? Quem nunca converteu-se em nada? Quem nunca se despediu na hora de chegar? Quem?






Quem vai me responder o que preciso saber?
EU PRECISO ME SABER!
– Samir Yazbek.

3 comentários:

Thiago Almeida disse...

Muito bom!!!!



A propósito, quem nunca disse: "nunca"!?

...E, se arrependeu ou caiu em contradição.

Efêmero Delírio disse...

Quem nunca criou seus próprios mitos para fugir das quimeras? Quem nunca se perguntou se valeu a pena partir e se perdeu no caminho? Que noite!

Dica disse...

Nunca é muito tempo, e as pessoas adoram usar.
Adorei o texto. Já perdi a con ta de quantas vezes me arrumei por fora na tentativa de melhorar por dentro.. Acredito que já fiz tudo o que disse no texto.

Parabéns!
É aquele texto que copiaria e mandaria pra todos os meus amigos, de tão bom que está.
Com seu nome, claro.

Beijos